domingo, 21 de janeiro de 2018

Era - Divano



Era é um projeto musical criado pelo francês Eric Levi, antes membro do grupo de glam rock Shakin Street.

Suas músicas, geralmente cantadas em língua imaginário parecida com o latim, misturam música clássica, ópera e canto gregoriano com outros estilos contemporâneos. Músicas em inglês foram ganhando espaço a cada álbum, e no CD, Reborn, há também faixas cantadas em árabe.
O primeiro álbum teve grande sucesso comercial. A música Mother foi usada na trilha sonora do filme Alta Velocidade (2001), de Sylvester Stallone. E na Austrália, a música Ameno foi usada
na campanha
 "The Power of Yes" (O Poder do Sim) da Optus Telecommunications. Ele também conta com algumas faixas que foram compostas por Eric Levi antes do surgimento da banda e que foram utilizadas na trilha sonora do filme Les Visiteurs, de 1993.
Muitas vezes a banda, que já vendeu mais de 4 milhões de copias na França e 12 milhões ao redor do mundo, apresenta vestes e armas da Idade Médianos seus concertos.
O universo visual de
 Era é o complemento de sua inspiração musical, utilizando sinais e sentimentos próximos aos religiosos, explorando uma dimensão universal, um universo de emoções, espirituais e místicas.
Seu estilo pode ser descrito como new age e pode ser considerado similar ao de artistas como Enigma, Gregorian, Deep Forest e Enya.
Alguns componentes da banda são cátaros e católicos, e no clipe da músicaEnae Volare Mezzo percebemos forte influência mística do catarismo.

Ao ser estabelecido o programa de história e de francês (respectivamente a Idade Média e o  estudo de um romance medieval) dos alunos do segundo ano do ensino secundário na França, o estudo das músicas de Era foi incluído no currículo dos cursos de música.     

domingo, 14 de janeiro de 2018

Um Dialogo Policial


Polícia conversando pelo rádio da viatura:
- Sr. Sargento, chegamos no local do crime.

- Passe o relatório...

- Uma mulher matou o marido. Foram 35 facadas, dois tiros, depois de asfixiar e decapitá-lo, e por fim o queimou...

- Nossa qual foi o motivo do crime? 
- Ele pisou onde ela estava passando o pano...
- E conseguiram capturar a mulher? 
- Não sargento, estamos esperando o piso secar...

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

A Arte do Dizer


Inocente é aquele que não foi apanhado em flagrante.
Os espelhos são usados para ver o rosto; a arte para ver a alma.
Nenhuma pergunta é tão difícil de responder quanto aquela cuja resposta é óbvia.
Liberdade significa responsabilidade, é por isso que tanta gente tem medo dela.
Nunca resisto a tentações, porque eu descobri que coisas que são ruins para mim não me tentam.
Não tente fazer aos outros o que gostaria que fizessem com você. Eles podem ter gostos diferentes dos seus. 
O especialista é um homem que sabe cada vez mais sobre cada vez menos, e por fim acaba sabendo tudo sobre nada.
A escravatura humana atingiu o seu ponto culminante na nossa época sob a forma do trabalho livremente assalariado.
Uma boa esposa é um grande consolo para o homem em todos os contratempos e dificuldades - que ele nunca haveria de ter se tivesse continuado solteiro.
Quando um homem quer matar um tigre, chama a isso desporto; quando é o tigre que quer matá-lo, chama a isso ferocidade. A distinção entre crime e justiça não é muito grande.
Alguns homens veem as coisas como são, e dizem, por quê?
Eu sonho com as coisas que nunca foram e digo, por que não?

George Bernard Shaw

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

O casamento das filhas do fazendeiro.

Um fazendeiro muito rigoroso e durão casou suas três filhas no mesmo dia.
A casa da fazenda era bem grande e o fazendeiro exigiu que as três filhas passassem a noite de núpcias nos quartos do casarão, que ficavam um ao lado do outro.
Depois do casamento as filhas se dirigiram para os quartos, com os seus respectivos maridos e o pai, muito curioso, foi ouvir o que acontecia nos quartos, através das portas.
Parou no primeiro quarto e escutou a voz da filha mais velha cantando bem alto. Estranhou, mas prosseguiu. Parou no segundo quarto onde estava à filha do meio, que ria, ria sem parar. Novamente estranhou, mas continuou. No quarto da filha mais nova ele não ouviu nada. Esperou alguns minutos, mas nada de barulho. Então ele resolveu dormir.
No dia seguinte, quando todos estavam tomando café, ele começou a conversar com as filhas e perguntou à primeira:
– Por que você estava cantarolando ontem, minha filha?
– Foi você quem me ensinou, papai! Você me disse que sempre que eu tivesse medo era para cantar!
– Muito bem, minha filha! E você – dirigindo-se para a filha do meio.
– Por que estava rindo tanto?
– Foi você quem me ensinou, papai! Você me disse que sempre que eu sentisse dor deveria rir!
 – Muito bem! – respondeu ele.
– E você minha caçulinha querida, estava tão quieta ontem!
– Foi você quem me ensinou papai! Você me disse que nunca se deve falar com a boca cheia!

domingo, 7 de janeiro de 2018

Quer pôr a prova o caráter de um homem, dê-lhe poder.

Quase todos os homens são capazes de suportar adversidades, mas se quiser pôr à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder.

Abraham Lincoln

Lula é um desses homens que teve adversidades na vida, mas quando teve o poder, mostrou o caráter que tem.
No seu depoimento ao Juiz Sérgio Moro, mostrou-se um ser desprezível, que não respeitou nem a vida que teve ao lado da mãe de seus filhos. Assim como não vai respeitar os filhos ser for necessário. Os “amigos”, nem se fala. Muitos foram presos e abandonados por ele à própria sorte, como se nunca houvessem existido.
Esse é o Lula que desgovernou o país e nada viu e sem saber de nada. Graças a grande massa de manobra e uma possível fraude nas urnas eletrônicas, conseguiu ser substituído pela incompetente e igualmente sem caráter Dilma (Iolanda) Rousseff, expurgada no segundo mandato, por uma série de crimes e que agora aflora muito mais roubalheiras nas delações de João Santana e Monica Moura.
Lula ainda pensa em ser presidente mesmo depois de todos os desmandos e trambiques que causaram a destruição da economia do país.
Um pulha que não ver e não sabe de nada, como pode querer ser novamente presidente de um país? Alguém pode explicar?

Milli Vanilli - Girl I'm Gonna Miss You

Milli Vanilli foi uma dupla de reggae e dance music formada por Frank Farian na Alemanha, em 1988, cujos integrantes eram o francês Fabrice “Fab” Morvan (14 de maio de 1966) e o
germano-americano Rob Pilatus (8 de junho de 1965 – 2 de abril de 1998).
O álbum de estreia da dupla alcançou altas vendas internacionalmente e os premiou com um Grammy de Melhor Artista Estreante em 1990. Entretanto, o sucesso deles virou infâmia,
quando o prêmio foi revogado depois da revelação de que os supostos cantores não cantavam no disco.
Frank Farian destacou para os vocais o rapper Charles Shaw, John Davis, e Brad Howell (alguns dão seu nome como Howe) e duas cantoras americanas de meia-idade que moravam na Alemanha: as irmãs gêmeas Jodie e Linda Rocco, mas viu que aqueles músicos eram talentosos mas invendáveis. Portanto, atraído por seu carisma, Frank escalou Morvan e Pilatus, dois dancarinos aspirantes a modelos para tomarem a frente do projeto. O primeiro álbum do Milli Vanilli foi All or Nothing. Apesar de criticado (frequentemente as produções recicladas de Farian tendo os mesmos sons e batidas de faixas), a fama do Milli Vanilli continuou a crescer pelo mundo. All or Nothing foi reempacotado, remixado e reintitulado para
Girl You Know It’s True na versão norte-americana. Cinco singles foram lançados da segunda metade de 1988 até o início de 1990: a faixa-título, "All or Nothing", e os três maiores sucessos do grupo: "Girl You Know It's True" (incluída na trilha sonora internacional da novela "
O
Salvador da Pátria”, como tema de locação de São Paulo e da rádio de João Matos, o personagem de José Wilker), "Baby Don't Forget My Number", e "Blame It On The Rain". O Milli Vanilli ganhou o Grammy de Melhor Artista Estreante em 21 de fevereiro de 1990, por Girl You Know It's True.


Revolta na mídia

Alguns meses antes do grupo receber o Grammy, aconteceu algo que levantou suspeitas relativas a quem realmente cantava as músicas do grupo. Durante um concerto ao vivo no Lake Compounce Theme Park em Bristol (Connecticut) gravado pela MTV norte-americana em julho de 1989, a cassete que continha a gravação da música "Girl You Know It's True" emperrou, repetindo inúmeras vezes a frase "Girl You Know It's...", para desespero do duo. De acordo com o primeiro episódio da série Behind the Music do canal VH1, que destacou o Milli Vanilli, fãs que assistiam ao show pareceram não se importar e tudo continuou como se nada tivesse acontecido, mas críticos perceberam e atacaram Rob e Fab em suas críticas sobre o show.
Algo que aumentou ainda mais as suspeitas da fraude foram às declarações do rapper Charles Shaw, que revelou a um repórter de New York que Morvan e Pilatus, na realidade, não tinham cantado qualquer música do álbum. Shaw rapidamente retirou suas afirmações (aparentemente recebeu U$1,5 milhões de Farian para ficar calado), na qual ele alega que eles eram apenas dublês de seu próprio álbum.
O Milli Vanilli logo ganhou o Grammy Award de Melhor Novo Artista em fevereiro de 1990, embora os rumores continuassem a turbulência. Fora que no início de 1990, superaram todos os recordes, ficando acima de artistas como Indigo Girls, Neneh Cherry, Soul II Soul, e Tone-Loc.
A fama estava começando a subir à cabeça da dupla, particularmente Pilatus, que tinha um extremo humor e comportamento errático, além de ter desenvolvido um vício em cocaína. Em uma entrevista à revista Time, Pilatus comparou a si mesmo e o Milli Vanilli com Bob Dylan, Elvis Presley, Paul McCartney e Mick Jagger, e foi severamente ridicularizado por suas afirmações. Na entrevista ele disse:Musicalmente, somos mais talentosos do que qualquer Bob Dylan ou Paul McCartney. Mick Jagger não consegue produzir um som. Eu sou o novo Elvis. Mick Jagger não chega aos meus joelhos, quando se trata de carisma no palco!
O público começou a questionar o talento da dupla e espalhou-se o rumor de que não eram Morvan e Pilatus os intérpretes das músicas e que a dupla se limitava a fazer uma "representação". Ao contrário da versão internacional de All or Nothing, os créditos para a versão americana atribuíram claramente as vozes no álbum para Morvan e Pilatus, "irmãos de sangue".
Em 15 de Novembro de 1990, devido às dúvidas cada vez mais crescentes a respeito da fonte do
talento no grupo, bem como a insistência de Morvan e Pilatus para que os deixasse cantar no próximo álbum, ameaçando revelar o esquema, Farian admitiu que os dois não eram os verdadeiros intérpretes, mas sim Charles Shaw, John Davis e Brad Howell. Farian tinha escolhido esse grupo de pessoas para cantar as músicas, mas sabia que precisava de alguém que transmitisse outra imagem ao público, uma imagem mais jovem, sensual e fotogênica. Assim, contratou Morvan e Pilatus, dois jovens que tinha conhecido numa discoteca em Berlim, começando uma das maiores fraudes da história da música.
Como resultado da pressão da mídia norte-americana, o Grammy do Milli Vanilli foi retirado quatro dias depois. Ironicamente, a comissão do Grammy tinha justificado a sua decisão citando o "impacto visual" da dupla (entretanto, seus três prêmios American Music Award nunca foram cancelados devido ao fato dos organizadores concluírem que tais prêmios lhes foram dados pelos compradores dos discos ), a gravadora Arista Records os retirou do seu elenco, tal como o álbum, que teve seus masters apagados, tornando Girl You Know It's True fora de catálogo. Lojas de discos também foram proibidas de devolverem suas cópias para a Arista, e várias lojas de discos usados se recusaram completamente de comprar cópias de
outras lojas.
Depois de todos esses detalhes virem à tona, pelo menos 26 processos diferentes correram contra Pilatus, Morvan e a gravadora Artista, amparados pelas várias leis norte-americanas de proteção ao consumidor contra fraudes. Um desses processos ocorreu em 22 de Novembro de 1990 em Ohio, onde advogados entraram com uma ação conjunta, pedindo reembolso para pelo menos 1.000 cidadãos locais que compraram o álbum Girl You Know It's True. Em 12 de agosto de 1991, uma proposta de acordo de reembolso em Chicago foi rejeitada. Esse acordo propunha reembolso para os compradores 3 dólares por CD, 2 por disco ou fita cassete e 1 para compactos. Entretanto, esse reembolso seria dado apenas como crédito para algum lançamento futuro da Arista.
Em 28 de Agosto, um novo acordo foi aprovado. O mesmo esquema de preço se manteve além do reembolso de 2,50 dólares. Uma prova de compra, ou canhoto do ingresso foi solicitado para dar direito ao reembolso. Estima-se que 10 milhões de consumidores tornaram-se aptos para o reembolso. O prazo para pedir reembolso expirou em 8 de Março de 1992.

Álbuns seguintes


O material do segundo álbum do Milli Vanilli já tinha sido gravado e finalizado na primavera de 1990. No outono, o primeiro single "Keep On Running", pouco antes de Farian revelar a verdade sobre o Milli Vanilli. Na última hora, a capa do segundo álbum mudada para que fossem relevados os verdadeiros cantores no lugar de Morvan e Pilatus, o título trocado de Keep on Running (nome que correspondia ao primeiro single) para The Moment Of Truth (o momento da verdade) e o nome do grupo mudado para The Real Milli Vanilli. Entretanto, o desenhista que fez a mudança esqueceu de atualizar a lombada, que ainda tem nome e título originais ("Milli Vanilli - Keep On Running").
Farian tentou reformar o Milli Vanilli com os vocalistas originais e incluindo a cantora Gina Mohammed e Ray Horton (Um cantor com visual parecido com o de Morvan e Pilatus e gravou seus vocais em quatro faixas); aliás, todos aparecem na capa, menos Charles Shaw (por causa do episódio da delatação) e as irmãs Rocco.
O álbum resultante, lançado na Europa no começo de 1991, já renomeado para The Moment of Truth, gerou três singles, "Keep On Running," "Nice 'n Easy" and "Too Late (True Love)." Adicionalmente, o álbum contava com participação de rappers: Icy Bro em "Hard As Hell" e Tammy T em "Too Late (True Love)." Uma canção de Diane Warren, "When I Die," foi regravada por vários outros artistas, incluindo o próprio Farian com o No Mercy.
Para o mercado americano, Farian decidiu evitar qualquer associação com o Milli Vanilli e re-regravou as faixas com Ray Horton nos vocais na maioria das faixas. Em 1992, RCA publicou no release do álbum como o primeiro do novo grupo criado Try ‘N’ B. O álbum auto-intitulado incluiu três faixas adicionais que não estavam no The Real Milli Vanilli: "Ding Dong," "Who Do You Love", e uma regravação do Dr. Hook, "Sexy Eyes." Devido as significativas vendas sob o nome Try 'N' B nos Estados Unidos, um álbum levemente modificado do Try 'N' B foi lançado internacionalmente.
Em 28 de novembro de 1991, Pilatus, que foi incapaz de lidar com a súbita desgraça, depois de misturar álcool e medicamentos prescritos, cortou um de seus pulsos no hotel Sunset Strip de Los Angeles e ameaçou pular da varanda do nono andar. Foram chamados policiais e repórteres ao local, que o retiraram a força. Ele gritava: "Importunaram minha família… Estou farto disso. Eu não queria magoar ninguém". Pilatus foi levado para o Centro Médico Cedars-Sinai e colocado sob observação durante 72 horas.
Tentando provar que eles realmente poderiam cantar se dessem uma chance, Morvan e Pilatus se mudaram para Los Angeles e assinaram com o Joss Entertainment Group, onde eles gravaram o próximo álbum sob o nome Rob & Fab em 1993.
Quase todas as músicas foram escritas por Kenny Taylor e Fab Morvan, que faz a voz principal, enquanto Pilatus apresenta batidas rap que ele mesmo escreveu. A voz de Morvan
foi considerada ruim e muito arrasada pelos críticos. Devido às restrições financeiras, Joss só conseguiu lançar o álbum nos Estados Unidos, o mais crítico de todos os mercados do Milli Vanilli. Um single, "We Can Get It On", foi feito para tocar no rádio brevemente antes do lançamento do álbum. Fizeram uma aparição no The Arsenio Hall Show nesta época.

 

Tentativa de retorno de Farian

 

Para salvar suas carreiras após trágicos acontecimentos, em 1997, Farian concordou em produzir um novo álbum do Milli Vanilli com Morvan e Pilatus nos vocais. Esse foi o motivo principal do álbum de retorno de 1998, Back and in Attack. Até mesmo alguns dos músicos de estúdio tocaram, numa tentativa de trazer de volta a fama que havia rapidamente desaparecido. Entretanto, Pilatus enfrentou uma série de problemas pessoais durante a produção do novo álbum. Começando em 1995, ele foi preso durante vários incidentes separados em Los Angeles envolvendo assaltos (incluindo um que ele atacou um homem com uma luminária), vandalismo, e tentativa de assaltar um carro. Condenado por quatro diferentes infrações, ele foi sentenciado a vários meses em uma prisão em 1996.
Entretanto, passou três meses numa cadeia na Califórnia, saindo com o compromisso de se internar numa clínica de reabilitação. Durante seis meses, Farian pagou a Pilatus uma reabilitação das drogas e passagens de avião para que ele retornasse a Alemanha. No dia 2 de Abril de 1998, às vésperas da turnê promocional do novo álbum, Pilatus foi encontrado morto de overdose de drogas, depois de ter misturado uma combinação fatal de álcool e pílulas, num hotel em Frankfurt, aos 32 anos. As razões para um aparente suicídio de Pilatus são fortemente contestadas na mídia.

 Epílogo


Morvan passou os anos seguintes como músico e locutor, enquanto aprimorava seus talentos musicais. Em 1998 ele foi DJ na famosa rádio Kiis FM, de Los Angeles. Durante esse tempo, ele também se apresentou1999 no festival Wango Tango para 50.000 pessoas no Dodger Stadium . Em 2000, Morvan participou de um documentário da BBC sobre o Milli Vanilli, assim como no primeiro episódio do Behind the Music da VH1. Morvan passou o ano de 2001 fazendo turnê, antes de se apresentar em 2002 no recém-inaugurado Velvet Lounge no Hard Rock Café Hotel em Orlando, Flórida. Em 2003, lançou seu primeiro álbum solo, Love Revolution.
Em 2006 foi lançado o álbum "Greatest Hits" do Milli Vanilli. Duas novas músicas de Fabrice, "Roll" e "Time Will Reveal" podem ser ouvidas no My Space. Atualmente, Fabrice grava faixas para seu segundo álbum solo, com data de lançamento ainda a ser definida.

Filme

Em 15 de fevereiro de 2007, foi anunciado que a Universal Pictures estaria com um projeto de um filme baseado na ascensão e queda do Milli Vanilli, incluindo a perda do Grammy. O roteirista Jeff Nathanson, de Prenda-me se for capaz, escreverá e dirigirá o filme.  Kim Marlowe, empresária de longa data de Morvan, produzirá.
Em fevereiro de 2011 o diretor alemão Florian Gallenberger (premiado em 1991 com o Oscar pelo curta-metragem “Quiero Ser” afirmou que seria o responsável pelo roteiro e direção do filme que vai contar nas telas de cinema a história da dupla.



Fonte: Wikipédia



terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Sadismo - Produção de ovos


Um dos maiores produtores de ovos da Alemanha descoberto em nova investigação de maltrato com as galinhas.

Mais uma vez vemos a realidade que escondem as indústrias que exploram os animais.
É um verdadeiro crime cometidos com esses indefesas seres na busca pelo lucro fácil e barato.
Não só na Alemanha, mas em outros países acontece a mesma coisa.
É triste!!!  

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Amigos para sempre...


Um filho pergunta à mãe:

- Mãe, posso ir ao hospital ver meu amigo? Ele está doente!

- Claro, mas o que ele tem?

O filho, com a cabeça baixa, diz:

- Um tumor no cérebro.

A mãe, furiosa, diz:

E você quer ir lá para quê? Vê-lo morrer?

O filho lhe dá as costas e vai.

Horas depois ele volta vermelho de tanto chorar, dizendo:

- Ai mãe, foi tão horrível, ele morreu na minha frente!

A mãe, com raiva:

- E agora? Está feliz? Valeu a pena ter visto aquela cena?

Uma última lágrima cai de seus olhos e, acompanhado de um sorriso, ele diz:

- Muito, pois cheguei a tempo de vê-lo sorrir e dizer: “eu tinha certeza que você vinha...”

domingo, 31 de dezembro de 2017

Calças caídas


Para você que imagina que andar de calças caídas é lindo... Veja a explicação! 
Esta tendência nasceu nas prisões dos Estados Unidos, em que os reclusos que estavam receptivos a manter relações sexuais com outros presos precisaram inventar um sinal que passasse despercebido aos guardas prisionais para não sofrerem consequências... 
Por isso, quem usasse calças caídas abaixo da cintura, de modo a mostrar parcialmente as nádegas, demonstrava que estava disponível para fazer sexo com outros homens. 
Se a gurizada soubesse disto, duvido que continuassem mostrando para todo mundo na rua.